Carlos Liesner: “Respondendo a uma avaliação sobre o Governo Daniel Sucupira”

Carlos Liesner: “Respondendo a uma avaliação sobre o Governo Daniel Sucupira”

Estou na torcida pelo sucesso da gestão Daniel Sucupira, pois amo a minha cidade!

O advogado Carlos Liesner
Neste artigo, o advogado Carlos Liesner faz uma avaliação do atual momento político

Por Carlos Liesner

Vivemos um momento ímpar na história de Teófilo Otoni: o fechamento de um ciclo, com o surgimento de um novo tempo. É preciso nos abster das velhas idiossincrasias que nos dividiram por tanto tempo e que tanto mal causaram ao nosso desenvolvimento regional. Gostando ou não da coloração partidária de cada um, o momento é de gostar da Cidade, e, nesse caso, construirmos mais pontes e menos muros.

A avaliação que faço agora é a de que o diálogo deve ser maior, pois não avançaremos divididos. Já perdemos demais. Faça uma retrospectiva no tempo, voltando há vinte anos, e verifique. Tínhamos um frigorífico (FRIMUSA) que chegou a abater cerca de 2 mil bois/dia; uma bacia leiteira significativa, com CCPL, posteriormente Nestlé, Cooperativa de Laticínios (que sozinha recebia 240 mil litros de leite/dia), além de empresas locais que levavam o nosso nome ao País inteiro, como o Rodoviário Ramos, por exemplo. Ainda tínhamos um vigoroso comércio de pedras preciosas, com mais de 1.200 escritórios que comercializavam as nossas gemas, e cerca de 3.800 oficinas de lapidações. Neste particular, o setor gemológico era tão significativo que tínhamos até escola de lapidação para preparar a mão de obra que o mercado exigia. Perdemos a matriz do desenvolvimento regional. Tudo isso acabou!

Hoje vivemos uma crise sem precedentes. A busca de soluções agora é tarefa de cada um, não apenas do Poder Público. Por isso, não é o momento para divisões. Imagino a Administração Municipal como uma orquestra, estando o prefeito como um maestro, aquele que está com a batuta na mão. E nós, os outros, cada um com o seu instrumento, buscando sintonia e afinação. Pensando e agindo assim, não seria difícil encontrar a luz que nos levará a sair do buraco em que estamos, para a retomada do tempo que as nossas divergências deixaram ficar para trás. O momento é de união; por isso, desprovidos de vaidades e diferenças, ainda aproveitando o fim do ciclo das velhas lideranças, iniciemos uma nova era onde o protagonismo de cada um fará  puxar a corda na mesma direção, superando as diferenças, assumindo o amor a esta terra, numa torcida única. Imbuídos da mesma “vibe”, o desenvolvimento que queremos será questão de tempo e mera consequência das nossas ações e comportamento.

Quero fazer a minha parte. Penso sinceramente nisso! O momento é muito mais de ajudarmos uns aos outros, e por consequência a Teófilo Otoni. Não seria demais se a consciência do momento impregnando a todos, de forma uníssona e em coro, assumindo a parte que cabe a cada um, nos juntasse num só time, numa só orquestra. Visto a camisa de Teófilo Otoni. Eu sou Sucupira!

Por Carlos Liesner

Carlos Liesner é advogado, procurador-jurídico da Câmara Municipal de Teófilo Otoni, presidente do Conselho Municipal de Meio Ambiente e ex-secretário municipal de Governo

E-mail: joreporter@hotmail.com



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.